Afiadas

Cinco amigas cheias de criatividade e pontos de vista diferentes.

2015: o ano da daminha!

penteado-para-daminhas

Não sei se isso faz parte de alguma conjunção astral, mas este ano vai ser o ano dos bem-casados. Os casamentos estão vindo em massa, o que me alegra e muito pois verei minha filhinha estreando* como daminha e depois caminhando com desenvoltura – assim eu e as noivas esperamos! – em outros 3 casamentos.

Esta estréia será toda especial pois será na igreja onde meus pais se casaram. Será a primeira vez que eu vou entrar nessa igreja e, coincidentemente, minha florzinha também. Se não fosse ali, no altar, os dois terem dito “sim”, nem eu e nem ela estaríamos aqui vivenciando as maravilhas deste mundo.

Semana retrasada fomos experimentar o vestido de daminha que ela usará. Foi um tal de tira e põe vestido, até a noiva ter a certeza do modelo escolhido para o grande dia. Como mãe, fico querendo ser a testemunha viva de todos os acontecimentos da vida da minha florzinha e fiz questão de tirar várias fotos não só para guardar mas também para ajudar a noiva a escolher.

Eu lembro que quando eu era criança, eu torcia muito para me escolherem como daminha. Cada casamento que eu sabia que teria era aquela expectativa para saber se eu seria “a” escolhida para antecipar a entrada da noiva. Lembro do sentimento de tristeza quando apenas meu irmão foi escolhido para entrar em um casamento. Mas ao menos pude participar como daminha do casamento de um primo da minha mãe e foi muito especial. Se eu fechar os olhos, eu lembro do vestido que eu usava, da roupa dos noivos e da freira que dizia ao meu irmão para parar de jogar as pétalas na igreja e eu sorrindo e dizendo para ele:

“Continua!”

Como que a freira poderia querer que ele parasse de jogar pétalas se nem tínhamos chegado no altar ainda? A noiva sonhou em entrar em um chão cheio de pétalas, então não haveria a possibilidade de não ter pétalas ali. Não enquanto eu fosse a daminha!

Eu espero que esta experiência seja para minha filha tão divertida como foi para mim quando criança. É um dia muito especial e eu sei que cada criança é escolhida com muito amor e carinho pelo casal para dividir com eles a memória deste dia.

Vamos separar o vestido, definir a maquiagem e garantir o chinelinho para dançar muito até o sol arraiar! Este ano promete fortes emoções.

Cyn

PS: Não vamos esquecer o lencinho e a make a prova d’água.

* Será sua estreia andando sozinha na igreja. Minha filha foi daminha quando bebê no casamento da Dinda.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 10 de março de 2015 por em Sem categoria.
%d blogueiros gostam disto: