Afiadas

Cinco amigas cheias de criatividade e pontos de vista diferentes.

Filho… Para que tê-lo?

Cegonha

Eu dizia que não teria filho. Dizia do verbo: mordi minha língua. Quando o resultado positivo apareceu no teste de farmácia lembro do mix de ansiedade, medo e alegria que tomaram conta de mim. Que benção poder gerar uma criança! Como tudo que envolve ser mãe, acabei mordendo a língua várias vezes.

“Nunca levarei minha filha para dormir no mesmo quarto que eu.”

Não durou uma semana essa frase. Como eu tinha que colocar o despertador no máximo de quatro em quatro horas para dar de mamar, no terceiro dia eu já estava colocando a minha florzinha para dormir a menos de dois passos de distância. O sono era avassalador e passados quase quatro anos não me acostumo com as madrugadas, se precisar acordar.

Sim, a vida muda muito com a chegada de uma criança. Muda a dinâmica da casa, da família e as prioridades na sua vida. Mas quer saber? Faria tudo de novo e se tivesse tanto dinheiro quanto Angelina Jolie, teria tantos filhos quanto ela. Filhos e apito porque para administrar mais de duas crianças só um apito para chamar atenção deles.

É fascinante admirar aquele serzinho que você gerou na sua barriga ao longo de 40 semanas – 41, no meu caso. Lembro de ficar horas debruçada olhando minha filha e pensando:

“Como pode esse serzinho ter sido formado dentro de mim?”

Ser mãe é um aprendizado diário. Tem dias que eu estou mal humorada. Tem dias que ela está mal humorada, como ontem quando levantou para ir a escola. Às vezes me pego pensando como será a adolescência e nós duas de TPM. Será que sobreviveremos?

Após o nascimento da minha filha pude entender um pouco mais a minha mãe, tias e avó. Ser mãe foi meu maior ato de coragem! Tirei o foco que tinha em mim, para priorizar uma pessoinha que ainda nem conhecia direito. Formar um ser humano ainda vai ser o melhor papel que eu tive a chance de desempenhar na vida.

Eu não me canso de admirar a minha florzinha! Ela é minha companheirinha. Adoro planejar nosso dia juntas. Gosto de transmitir a ela a segurança necessária para que ela comece a acreditar em suas inúmeras possibilidades. O céu é o limite! Ouso dizer que para a minha aquariana talvez nem o céu seja o bastante para ela, no maior estilo Buzz Lightyear “to infinity… and beyond.”

Para ser bem sincera, penso o quanto minha vida devia ser bem sem graça antes da chegada dela. Não que ao longo desses quase quatro anos tenhamos vivido um mar de rosas. Mas, como todo caso de amor, só as boas memórias ficam. Imagino tudo que ela ainda vai conquistar e a cada nova descoberta sua eu me encho de orgulho.
Não tive filha para cuidar de mim na velhice. Espero que eu tenha saúde o bastante para viver bem e sozinha. Minha filha veio para me mostrar o verdadeiro sentido do que é amor. O amor incondicional. Diferente de tudo que você já sentiu. Maior do que qualquer coisa que você pode imaginar. Aquele tipo de amor leve que só de pensar faz seu coração sorrir.

Dizem que amor de mãe se multiplica e sempre cabe mais um. Não sei se terei outra criança para experimentar essa expansão de sentimento. Confesso que, de vez em quando, me questiono se seria capaz de amar da mesma forma e com tanta intensidade um outro serzinho. A única certeza que eu tenho é que se eu passasse por essa vida sem ter experimentado essa sensação de plenitude que ser mãe me proporciona, a minha vida não teria sido completa.

Sou muito mais feliz por poder compartilhar a minha vida ao lado dela e por poder acompanhar todo o seu desenvolvimento, como o desabrochar da mais bela flor do meu jardim. Minha florzinha é meu maior amor do mundo e do mundo todo! Te amo, filha!

Cyn

***Se você possui os direitos autorais sobre qualquer imagem e deseja que elas sejam removidas deste blog, por favor, entre em contato.***

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 2 de dezembro de 2014 por em Ponto de Vista.
%d blogueiros gostam disto: