Afiadas

Cinco amigas cheias de criatividade e pontos de vista diferentes.

Casa Daros

Casa_Daros_vista_de_arriba._Casa_Daros_esta_ubicada_en_el_barrio_de_Botafogo_foto_Jaqueline_Felix_Imagens_do_Povo

No dia dos professores, levei a minha filha para conhecer o local em que estudei por treze anos da minha vida. Foi lá que fiz meus primeiros amigos, que aprendi a ler, que me emocionei pela primeira vez, que fiz minha primeira comunhão, que machuquei meu joelho esquerdo e carrego a cicatriz até hoje (ahh Raphael Lima, eu vi você colocando o pé para eu tropeçar mas eu estava correndo tão rápido que não deu tempo de desviar), dentre tantos outros acontecimentos que contribuíram para a formação do ser que eu sou hoje.

A escola agora é um museu. Um museu lindo chamado Casa Daros (http://www.casadaros.net/index_rio.php?i=1135). Num primeiro momento, você tem uma mistura de sentimentos ao se deparar com a escadaria daquele casarão que foi construído em 1866: um pedaço seu se enche de alegria e inúmeras memórias começam a vir à tona, por outro lado dá um aperto por não encontrar mais as coisas como eram antes.

Minha filha estava muito empolgada em conhecer o museu e ficou maravilhada em ver a exposição do ilusionismo, o amplo pátio que se abriu nas áreas onde antes eu passava meu recreio e aprendia a nadar. A lojinha – e eu adoro lojinha de lembrancinhas – também é uma graça e aproveitamos para comprar um livro sobre história da arte para crianças. A cada passo que eu dava por aqueles corredores enormes de janelas e portas amplas, eu revivia dentro de mim toda uma trajetória de vida.

Dividir isso com a minha florzinha foi um prazer enorme. Ela não cansava de repetir:

“Mamãe, você estudou em um museu!”

Na verdade, por mais histórico que o prédio fosse, o local ainda não era oficialmente um museu. Quando penso que o prédio que abrigou a minha escola se transformou em um museu, eu acredito que tomou o melhor caminho que poderia tomar: por muitos e muitos anos, ainda vai enriquecer a vida cultural de cada um dos visitantes com suas belas exposições.

Foi uma tarde muito gostosa e terminamos nosso passeio na biblioteca que não mais fica no térreo e sim no terceiro andar, cheia de recursos modernos e uma infinidade de livros para crianças em um espaço inteirinho dedicado a elas. Saí dali com a sensação de que por mais que tudo esteja diferente, nada mudou: cada espaço, cada memória, cada feira de ciências, cada festa da escola, cada professora (e professor) e funcionário que cruzaram meu caminho continuam vivos dentro do meu coração, para sempre.

PS: às quartas-feiras a entrada é gratuita. Aproveite para conhecer! Você não vai se arrepender do passeio.

Cyn
***Se você possui os direitos autorais sobre qualquer imagem e deseja que elas sejam removidas deste blog, por favor, entre em contato.***

Anúncios

Um comentário em “Casa Daros

  1. Fabiana
    6 de novembro de 2014

    Q legal, Cyn! Não sabia que ali era uma escola antes! Acho esse lugar incrível! Bjos, Fabi.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 4 de novembro de 2014 por em Ponto de Vista.
%d blogueiros gostam disto: