Afiadas

Cinco amigas cheias de criatividade e pontos de vista diferentes.

Alma Machucada

coracao quebrado

Acabei de ser furtada no centro do Rio de Janeiro. Um menino de 5 ou 4, CINCO ou QUATRO, anos pulou no meu pescoço e levou duas correntinhas que eu usava, uma delas era um escapulário que meus pais me deram de aniversário. Ele era tão pequeno que teve que pular para alcançar minha garganta. Num primeiro momento, veio o susto. Segundos depois, pensei em procurar um policial, mas logo pensei: se eu fizer isso, ele provavelmente vai começar uma caça a meninos de 5 ou 4 anos com objetivo de “fazer justiça”, o que, para muitos deles, significa bater e maltratar essas crianças. Não tive coragem. Prefiro meus três arranhõezinhos no pescoço de uma mão pequenina do que saber que, por uma denúncia minha, meninos poderão estar apanhando de policiais. Sinceramente, vou viver muito bem sem as correntinhas, graças a Deus. Mas não seria capaz de viver com a possibilidade de ter causado o mal a uma criança de 4 ou 5 anos, mesmo que ela tenha me furtado e arranhado. Entretanto, estou triste, profundamente triste, arrasada. Num momento em que eu estava vulnerável, não pude recorrer ao estado. Ali, assustada, a única coisa que pensei era em chegar rápido ao escritório e não fazer nenhum tipo de comunicação oficial. Há muito tempo, percebo que vivia em uma sociedade doente, em uma cidade excludente, em que muitas pessoas acham que reduzir a maioridade penal e linchar os chamados “criminosos” são soluções. Se eu pudesse escolher, pediria para conhecer aquele menino, para abraçá-lo e ajudá-lo. Deve faltar tudo na vida dele, família, educação, saúde, carinho. Não consigo acreditar que ele tenha noção do que fez e do que isso representa. Agora, agradeço a Deus por estar bem e por ter conforto suficiente para que aqueles bens materiais não me façam falta. Peço, também, que Deus olhe por aquele menino, o proteja e o acolha, e que me dê força para continuar a lutar por um país melhor.

Escrito e publicado por Letícia

***Se você possui os direitos autorais sobre qualquer imagem e deseja que elas sejam removidas deste blog, por favor entre em contato.***

Anúncios

Um comentário em “Alma Machucada

  1. Christina
    23 de outubro de 2014

    Filha, fica difícil escrever qualquer coisa depois de ler seu relato tão comovente e lúcido. Só quero dizer que te amo. Eu queria poder ter te abraçado e chorado com você. E vamos continuar trabalhando para um mundo melhor. Bj, Mamãe

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 23 de outubro de 2014 por em Desabafo.
%d blogueiros gostam disto: