Afiadas

Cinco amigas cheias de criatividade e pontos de vista diferentes.

Primeiros Encontros e Primeiras Impressões

imagem jantar

Outro dia, estava em um provador feminino e, na cabine ao meu lado, um diálogo entre duas mulheres me chamou atenção. Uma delas teria um primeiro encontro no fim de semana e, pelo que entendi, há algum tempo ela estava interessada no cara e, após um período de flerte, eles finalmente sairiam só os dois. Ou seja, ela estava bem ansiosa e preocupada com que tudo desse certo.

Como a maioria de nós, ela chegou à conclusão de que não tinha uma roupa apropriada para a ocasião e resolveu levar uma amiga para a ajudar na busca pelo look adequado. A “consultora” eleita tinha uma série de opiniões: tem que usar decote, não pode ter saia curta, tem que ser alegre e divertido. Só que a candidata a namorada parecia ser uma pessoa sóbria e que gosta de roupas clássicas e cores escuras. Obviamente, um conflito se instaurou e a discussão sobre o quão “inapropriada” era a roupa escolhida.

Como sou curiosa assumida, dei aquela saidinha da cabine para confirmar no espelho maior que aquela calça me deixava um balão e olhei a roupa da discórdia: ela vestia um macacão preto sem decote. E estava linda! Realmente, não tinha decote, não era uma calça justa e era sóbrio. Por outro lado, era elegante e tinha uma sensualidade sutil. Aí, me perguntei: que primeira impressão ela queria passar naquele esperado primeiro encontro?

Devo ressaltar que não conheço aquela mulher e não sei onde ou como ela conheceu o cara do encontro. Então, pensei em termos abstratos, o que traz uma certa generalidade ao meu raciocínio que talvez não se aplique àquele caso.

Fiquei pensando: se ela é uma mulher sóbria, discreta, que gosta de roupas clássicas e se sente desconfortável com decotes, por que cargas d´água ela tem que ir no primeiro encontro com um vestido leve, colorido e decotado? O cara rapidamente vai pensar que ela é uma mulher livre com o corpo, divertida e leve. Bom, certo? Não necessariamente…

O que você espera de um primeiro encontro? Se você quer uma única noite divertida, ok, invente uma personagem e se divirta. Mas, muitas mulheres o veem como a possibilidade de um início de algo maior. Nesse caso, não seria melhor ser verdadeira? Pensando na minha vizinha de cabine, tive a impressão de que ela tinha a expectativa daquele encontro ser o primeiro de muitos.  Que vontade de falar: vai de você mesma!

Se o cara já vinha conversando com ela, já deveria saber que aquela era uma mulher discreta, que não gosta de chamar muita atenção para si, que fala baixo e é séria. Ele não ficaria confuso se ela aparecesse toda vaporosa e colorida? Alguma daquelas versões necessariamente seria falsa. E, se ele chamou aquela mulher sóbria e elegante para sair, provavelmente, ele gostou daquela versão e é com ela que ele quer passar a noite.

 Para que, então, tentar ser quem não é? Concordo que você pode e deve ser ou tentar ser o melhor de si mesma no primeiro encontro, mas inventar uma persona que não você acabará por trazer mais sofrimento. Imagine que o cara acabe achando interessante aquela versão colorida e leve? Aquilo não será mantido por muito tempo e, quanto maior o envolvimento, maior a decepção.

Muito melhor mostrar sua personalidade em seus diversos aspectos, sem forçar a barra, sem exageros e sem tentar se encaixar em um modelo supostamente mais aceito pelos homens. Há quem se encante por uma delicadeza sóbria e há quem se encante por uma risada alta e divertida.

Se o cara prefere um outro tipo de mulher, sem problemas, você e ele terão um outro primeiro encontro com outras pessoas.

Escrito e publicado por Letícia

***Se você possui os direitos autorais sobre qualquer imagem e deseja que elas sejam removidas deste blog, por favor, entre em contato.***

Anúncios

2 comentários em “Primeiros Encontros e Primeiras Impressões

  1. Fernanda
    22 de agosto de 2014

    Eu adorei a crônica, Lê!

    Curtir

  2. asafiadas
    22 de agosto de 2014

    Adorei! Tô contigo e não abro!
    E…Não é inspirador ficar ouvindo as conversas dos outros?
    Didi Vasconcelos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 21 de agosto de 2014 por em Ponto de Vista.
%d blogueiros gostam disto: