Afiadas

Cinco amigas cheias de criatividade e pontos de vista diferentes.

Os sorrateiros

Um belo dia você acorda e o que parecia absolutamente distante aconteceu, aquele símbolo arábico insignificante e longínquo faz parte do seu ser. É, não tem como fugir, você acaba de fazer 30 anos.

Olhei no espelho e tentei ver o que tinha mudado, o que me diferenciaria de ontem, daqueles segundos antes da meia noite. Uma ruga? Uma marca da idade? Uma despigmentação na pele? Uma nova estria ou celulite? Uma pinta que seja?

Nada. Nada mudou e ainda assim sinto como se tudo agora fosse diferente. Pensei no que passou, onde estou e se este lugar era o planejado, em que ele foi melhor e em que momento me perdi ou me achei.

Lembrei-me do que foi projetado aos 15, 18, 20, 25, para esse momento e o julgamento daquele outro eu desses momentos, e o que sou agora? Elas, as minhas diferentes “eus” ainda me julgam, me atormentam, me perseguem, me aplaudem, me elogiam e muitas vezes se surpreendem.

O meu eu, esse dos 30 anos, esses sorrateiros 30, que sem aviso, sem preparo se instalaram no meu ser e definirão quem sou por agora, continua alegre, sincero, risonho, mas mais decidido que nunca, mais consciente de si, e, no entanto, ainda tenho pressa, muitos sonhos, angustias e medos.

Era assim que deveria ser?

É assim que é, pelo menos para mim. Eu não sou a mesma, não desejo todas aquelas coisas, conquistei outras, mas por mais que eu ame o que vejo refletido no espelho e tenha orgulho, é assustador. Ah, isso é…

 Didi Vasconcelos

Anúncios

2 comentários em “Os sorrateiros

  1. Larissa
    28 de julho de 2014

    Aiiiii, eu estou a dois meses dos trinta e morrendo de medo!!! 😦

    Curtir

  2. Antonella
    11 de agosto de 2014

    Eu passei anos querendo fazer 30. Achei q tudo seria diferente. Mas as coisas não acontecem assim, num passe de mágica. Somos o que construímos a cada dia, a cada momento. Frustrante? Não. Confortante. Era muita pressão ter que cumprir com toda uma mudança de ser só porque fiz trinta. Mas tb acho que posso parar por aqui. Já ta bom!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 22 de julho de 2014 por em De Repente 30.
%d blogueiros gostam disto: